Casa / ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Dia da Luta Antimanicomial é tema de palestra em São João Nepomuceno
Palestra com a enfermeira residente em Saúde Mental e Mestranda em Saúde Coletiva pela UFJF, a são-joanense Gisele Assis (Foto: Márcio Sabones)

Dia da Luta Antimanicomial é tema de palestra em São João Nepomuceno

No dia 18 de maio é comemorado a data da luta antimanicomial, e assim o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de São João Nepomuceno promoveu no Museu Municipal, nessa quinta-feira (17), uma importante palestra sobre o tema, com a enfermeira residente em Saúde Mental e Mestranda em Saúde Coletiva pela UFJF, a são-joanense Gisele Assis.

Um excelente público compareceu para buscar informações e conhecer detalhes sobre Saúde Mental, apresentado com autoridade pela palestrante que ainda lembrou.

Gisele Assis

“Saúde mental é encontrada em qualquer lugar, não somente no CAPS. Temos que ter a consciência deste assunto. Muito mais do que comemorar, e sim refletirmos juntos para melhorar e ver o que pode ser feito para mudar. Eu pergunto a vocês. A internação em hospitais psiquiátricos com grades é um lugar para tratamento ou de trazer mais traumas? Trancar não é tratar”, citou a palestrante que ainda refletiu o significado da data de luta antimanicomial.

Ao final da palestra, a usuária do CAPS Margarida entregou a palestrante uma cesta de brindes e flores, em agradecimento ao trabalho prestado em colaboração ao evento.

A noite ainda contou com exposição de trabalhos dos usuários da rede de saúde mental do município, atendidos no CAPS-SJN, tal como o coffee break preparado para aquele encontro com suco natural de maracujá, doce de mamão, torradas temperadas, etc. Matérias primas colhidas na horta do CRAS, no qual diversas oficinas são disponibilizadas como a culinária, ateliê, jardins, horta, saúde e beleza, atividades físicas, informática e biblioteca. Além é claro de passeios e visitas.

Os usuários do CRAS-SJN, Leandro e Rosinélia recitaram poesias (Foto: Márcio Sabones)

Em depoimento, o usuário do CAPS-SJN Leandro agradeceu ao empenho da equipe por proporcionar um trabalho digno e humanizado.

“Desde quando eu comecei a frequentar o CAPS, nunca mais fui internado. Eu tive a infelicidade de ter uma experiência traumática com eletro-choque em internações. A internação não cura”, lembrou Leandro.

O rapaz ainda mostrou seu talento como poeta e recitou um texto de sua autoria “Os outros”, assim como outra atendida do CAPS, a Rosinélia com a poesia “Amor Próprio”.

A coordenadora do CAPS-SJN, Caroline Vidal agradeceu a equipe são-joanense, os usuários e seus familiares, e os amigos que de forma direta ou indireta colaboram com o sucesso e a sequência do trabalho.

Neste momento foram chamadas algumas pessoas da sociedade que colaboram com o CAPS de São João Nepomuceno, sendo eles: Anderson Amaral (Associação Divina Misericórdia), Leonardo Novaes (Telecentrro), Marcelo Mendonça (Ciranda do saber) e Márcio Sabones (jornalista Portal Fatos Net/WebOnes/ASCOM).

GALERIA DE FOTOS

(Por Márcio Sabones)

 

Sobre Márcio Sabones

Márcio Sabones
Jornalista formado pela UFJF, ator, diretor de teatro. Por dois anos foi o âncora/apresentador do Alterosa em Alerta da TV Alterosa JF. Atualmente também assina matérias no Jornal Voz de S. João.

Além disso, verifique

Inscrições para a ExpoArte acontecem até o dia 20 de agosto

As inscrições para a 30ª ExpoArte de São João Nepomuceno estão abertas até o dia …